Visto como uma alternativa de investimento muito atrativa, o mercado de leilões ascende a cada dia mais. De acordo com a Zukerman Leilões, a busca por arrematação online cresceu 33% e as vendas concretizadas subiram 16% em comparação ao primeiro trimestre do ano passado. Nós, da LM consultoria, acreditamos que, conforme os números crescem, as informações sobre esse mercado devem crescer proporcionalmente, a fim de aumentar arrematações bem sucedidas. 

 

Como funciona um leilão

 

Antes de mais nada, vamos discutir o fundamento deste tipo de operação, pois será crucial para o entendimento de informações futuras.

Leilão é um evento em que há o arremate de bens, sendo vendidos para quem oferecer o maior lance (o arrematante). Na maioria das vezes, esses bens são apregoados para o pagamento de uma dívida, onde houve inadimplência do devedor.

A princípio, é estipulado um valor avaliativo do imóvel utilizado para apregoar na primeira praça. Posteriormente, caso não seja arrematado, ocorrerá a segunda praça, onde o valor pode ficar abaixo da avaliação em até 50%, salvo algumas situações específicas. O leilão pode ser presencial, onde o local e a hora constarão no edital da praça, e online. Atualmente, devido às restrições ocasionadas pela COVID-19, os leilões estão sendo realizados de forma online, via site do leiloeiro.

Após arrematado, o licitante deverá efetuar o pagamento na forma do Edital, onde o prazo  também se encontra. 

 

Erros mais comuns na arrematação

 

  • Não checar a documentação

Checar a documentação é uma das etapas mais importantes. É nesse  momento que o arrematante verá em quais circunstâncias o imóvel está sendo vendido; ter experiência nesta checagem documental é o grande diferencial para estabelecer os parâmetros de um bom negócio.

Fazemos a análise do conjunto de documentos necessários, que vão desde a matricula do imóvel e suas penhoras averbadas, dívidas de IPTU, condomínio (se for apartamento), todas as ações judiciais averbadas na matrícula, análise processual que vincula o imóvel à praça, e análise da legislação para adequar ao caso concreto. Tudo é feito para dar maior segurança a arrematação.

 

  • Não ler o edital

Edital é o documento que contém as informações sobre o imóvel, suas características, avaliação, lance mínimo, e o dia e hora do leilão, entre outros. No edital existem informações que devem ser muito bem avaliadas por pessoa capacitada, pois as informações devem ser interpretadas em conjunto com a legislação vigente, o que fará com que as chances de êxito na arrematação seja a maior possível.

 

  • Contratar uma consultoria

Sob o mesmo ponto de vista, temos um artigo que disserta as vantagens de ter um especialista em leilões para arrematantes. Vale relembrar que, sem dúvidas, através da consultoria os arrematantes não cometerão os descuidos de praxe, pois os pontos importantes foram devidamente esclarecidos antes mesmo do dia do leilão, trazendo segurança e a certeza que a consultoria é na verdade um investimento natural, e não um custo, refletindo na satisfação com a arrematação.

A LM CONSULTORIA EM LEILÕES sabe exatamente como verificar e assegurar uma arrematação de sucesso. 

 

Avalie bem o imóvel antes de arrematar

 

Dicas para uma boa arrematação                                                                                                                                  Dicas para uma boa arrematação

 

Antes de qualquer decisão, é imprescindível que o futuro arrematante tenha certeza do que quer. É recomendado uma pesquisa abrangente de imóveis e preços de mercado.

Nossa consultoria irá escutar suas necessidades e lhe apresentar as melhores oportunidades de acordo com seu perfil, além do valor de mercado do imóvel pretendido a arrematar. Destacamos que, em certos casos, buscamos informar da possibilidade da visitação do imóvel desejado, para que o futuro arrematante possa melhor avaliar o real estado do imóvel.   

 

   Tenha seu planejamento
 

Este é outro detalhe muito importante para ter êxito neste mercado: se planejar. Calcular todos os valores adicionais, como os 5% do leiloeiro, os honorários do advogado (caso faça a escolha correta de contratar um), os valores do imposto ITBI, averbação na matricula, e o mais importante, quanto está disposto a concorrer pelo imóvel.

 

Planejar-se é uma das chaves para uma boa arrematação                                                                                              Planejar-se é uma das chaves para uma boa arrematação

Também auxiliamos nossos clientes nesta decisão, pois repassamos todas as informações financeiras acerca da arrematação, a variação que cada lance acarreta em todos os valores adicionais mencionados e possíveis outros valores que possam incidir na operação de forma clara e precisa.

 

 

 Conclusão

 

Em síntese, para um bom arremate, deve-se entender como as engrenagens desse mercado, cada vez mais procurado, funciona. O sucesso de sua arrematação é diretamente proporcional ao seu preparo e a abundância de conhecimento que o arrematante possui ao seu favor. Ademais, com um profissional competente ao seu lado, as chances de fracasso são mínimas, senão nulas. Caso ainda houver dúvidas, contate a LM CONSULTORIA EM LEILÕES e lhe daremos a segurança que necessita para consumar a sua arrematação e investiment

#

No responses yet

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp chat